ESTUDO DE CASO: ELABORAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE MANUTENÇÃO, OPERAÇÃO E CONTROLE DOS CONDICIONADORES DE AR EM UM ARMAZÉM DE CAFÉ

Cosme, Caio Henrique dos Santos (2023-12-20)

tcc

A sociedade atual tem passado cada vez mais tempo dentro de seus postos de trabalho e, juntamente a isso, a necessidade de esse período seja cada vez mais produtivo e eficiente. Uma das condições necessárias para se fornecer um ambiente onde o trabalhador possa ser produtivo é possibilitá-lo a um conforto térmico. Visto isso, para se manter o conforto térmico no ambiente ao longo do tempo é necessário garantir a confiabilidade do sistema de climatização do ar interno dos recintos com manutenções preventivas e higienizações para que o sistema opere da melhor forma em sua vida útil e que a pureza do ar interno não comprometa a saúde dos ocupantes causando a chamada Síndrome dos Edifícios Doentes (SED), que pode apresentar sintomas como desconforto nos olhos e na pele, dores de cabeça, fadiga, entre outros sintomas. Adicionado a tudo isso, observa-se também a necessidade de adequação do estabelecimento à Portaria nº 3.523/1998 do Ministério da Saúde e a Lei nº 13.589/2018, que instituiu o PMOC como obrigatório para todos os edifícios de uso privado, público e coletivo que possuam ambientes internos climatizados artificialmente. Para esse estudo de caso aplicado a um armazém onde é realizado o rebeneficiamento de café conilon do norte do Espírito Santo, foi realizado o levantamento de todos os modelos de condicionadores de ar instalados na unidade e avaliado os estados de conservação. A partir da análise, evidenciou-se a necessidade de implementação de um melhor gerenciamento na manutenção dos equipamentos de ar condicionado da unidade com a criação de um plano 52 semanas e de uma ficha do PMOC, além de uma análise financeira com previsões de custos mensais para cumprimento do cronograma. Por fim, foi elaborado uma planilha automatizada onde é possível verificar a ter o controle das manutenções e higienizações realizadas garantindo assim a confiabilidade do sistema e a segurança dos ocupantes dos recintos.

Today's society has been spending more and more time at their jobs and, along with that, the need for this period to be more and more productive and efficient. One of the necessary conditions to provide an environment where the worker can be productive is to enable him to have thermal comfort. Given this, in order to maintain thermal comfort in the environment over time, it is necessary to guarantee the reliability of the indoor air conditioning system of the enclosures with preventive maintenance and sanitization so that the system operates in the best way in its useful life and that the purity indoor air does not compromise the health of occupants by causing the so-called Sick Building Syndrome (SBS), which can present symptoms such as eye and skin discomfort, headaches, fatigue, among other symptoms. Added to all this, there is also the need to adapt the establishment to Ordinance n° 3.523/1998 of the Ministry of Health and Law n° 13.589/2018, which established the PMOC as mandatory for all buildings for private, public and collective use. that have artificially air-conditioned indoor environments. For this case study applied to a warehouse where conilon coffee is processed in the north of Espírito Santo, a survey was carried out of all models of air conditioners installed in the unit and their conservation status was evaluated. From the analysis, the need to implement better management in the maintenance of the unit's air conditioning equipment was evident, with the creation of a 52-week plan and a PMOC form, in addition to a financial analysis with monthly cost forecasts. to meet the schedule. Finally, an automated spreadsheet was prepared where it is possible to check and have control of the maintenance and cleaning carried out, thus guaranteeing the reliability of the system and the safety of the occupants of the enclosures.


Collections: