Metodologia Montessoriana e o Projeto Arquitetônico: proposta projetual de um jardim de infância para a cidade de Pinheiros/ES

Souza, João Victor Fazolo de (2021)

tcc

RESUMO: O ambiente escolar é um local de grande influência no desenvolvimento educacional de jovens e crianças sendo, nesta faixa etária, ainda mais relevante, pois é uma fase em que o cérebro está em constante desenvolvimento e aprendizagem. Nesse aspecto, é importante que a arquitetura assuma não apenas a função de edificar, mas também a de ser suporte ao ensino, possibilitando descobertas e interações entre seus usuários. A metodologia Montessoriana é uma grande aliada da arquitetura para o alcance dessas potencialidades, por ser uma das primeiras tendências pedagógicas a reconhecer a criança como um ser individual, detentor de desejos e aspirações próprias. Os estudos de sua criadora, Maria Montessori, foram importantes para a criação de materiais educacionais e de diretrizes para ambientes escolares, com o intuito de despertar a curiosidade e a vontade de descobrir dos alunos. Tomando como pontos principais a importância da arquitetura para o ambiente escolar e da Metodologia Montessori, o presente trabalho apresenta uma proposta de um Jardim de Infância para a cidade de Pinheiros/ES, que seja condizente com o local escolhido, com o clima da região e acima de tudo que valorize a interação e autonomia entre seus usuários. Os resultados obtidos mostraram que foi possível desenvolver o projeto de um jardim de infância tendo como referência os conceitos de Montessori, permitindo a autonomia, interação, liberdade e dinamismo aos usuários. O projeto propõe salas de aulas amplas, que permitem uma interação com exterior do terreno e por um grande uso da vegetação como ferramenta para criação de micro espaços, onde as crianças estarão em constante estado de descoberta. Com isso, fica evidente a importância do estudo cuidadoso com o projeto arquitetônico de escolas, sendo possível verificar que a arquitetura pode e deve ser utilizada como uma grande aliada no desenvolvimento educacional das crianças.

ABSTRACT: The school environment is a place of great influence on the educational development of young people and children, being, in this age group, even more relevant, as it is a phase in which the brain is in constant development and learning. In this respect, it is importante that architecture assumes not only the function of building, but also that of supporting teaching, enabling discoveries and interactions among its users. The Montessori methodology is a great ally of architecture to reach these potentialities, as it is one of the first pedagogical tendencies to recognize the child as an individual being, holder of his own desires and aspirations. The studies of its creator, Maria Montessori, were importante for the creation of educational materials and guidelines for school environments, in order to arouse the students' curiosity and desire to discover. Taking as main points the importance of architecture for the school environment and the Montessori Methodology, the present work presents a proposal for an elementary school for the city of Pinheiros / ES, which is consistent with the chosen location, with the climate of the region and above all that it values the interaction and autonomy between its users. The results obtained showed that it was possible to develop a kindergarten project using Montessori concepts as a reference, allowing users autonomy, interaction, freedom and dynamism. The project proposes large classrooms, which allow interaction with the exterior of the land and for the great use of vegetation as a tool for creating micro spaces, where children will be in a constant state of discovery. With this, it becomes evident the importance of careful study with the architectural design of schools, being possible to verify that architecture can and should be used as a great ally in the educational development of children.


Collections: