Ampliando saberes por meio de um espaço de vivência sensorial

Lessa, Lays Moreira (2016)

Trabalho de conclusão de curso

RESUMO: Apesar de todos os benefícios que podem ser gerados pelas atividades ao ar livre, observa-se que o contato com a natureza é restrito. Esse distanciamento gera distorções na compreensão sobre o meio natural, influenciando a percepção ambiental. Oportunizar as vivências sensoriais torna-se importante porque esta experiência oportuniza um novo olhar do ambiente e das coisas, incentivando a interpretação socioambiental. O objetivo deste trabalho foi conhecer e confeccionar recursos pedagógicos interativos e sensoriais, buscando instrumentalizar o Polo de Educação Ambiental da Mata Atlântica do Instituto Federal de Educação Tecnológica do Espírito Santo, Campus de Alegre, por meio da criação de um Espaço de Vivência Sensorial para atender aos visitantes, em especial aos portadores de necessidades especiais (PNE). Para seu desenvolvimento foi utilizado método exploratório descritivo. Registra-se no âmbito literário um satisfatório número de recursos didático-sensoriais desenvolvidos, destacando-se os apontados pela pedagogia montessoriana. Buscou-se eleger àqueles que oportunizam experiências sensoriais por meio de quatro sentidos: visão, audição, tato e olfato. Para a confecção adotou-se o princípio prático e sustentável. Foram selecionados e confeccionados 15 recursos. Os recursos possuem o formato sensorial, assim, para sua utilização recomenda-se, quando possível, que os olhos sejam vendados. Este procedimento intensifica as sensações. A confecção destes recursos é um primeiro passo para a criação de um espaço de vivência sensorial, podendo ser ampliado com novos trabalhos. Este espaço imprime e favorece o princípio da educação inclusiva, pois estes recursos atendem algumas necessidades dos deficientes visuais.

ABSTRACT: Despite all the benefits outdoor activities may proportionate, it is observed how restricted is the contact with nature. This distance generates distortions in the understanding of the natural environment, influencing in the environmental perception. Opportunizing the sensory experiences becomes important because this experience shows a new look of the environment and things in general, promoting the social-environmental interpretation. The objective of this article was to know and create sensory and interactive pedagogical sources, seeking to instrumentalize the Pole of Environmental Education of Mata Atlântica of the “Instituto Federal de Educação Tecnológica of the Espírito Santo”, Campus “Alegre”, through the creation of a Space of Sensory Experience to provide attention to visitors, especially the people with special needs (PSN). For its development, descriptive exploratory method was used. It is registered in the literary sphere that a satisfactory number of didactical-sensory sources developed, especially mentioning the ones pointed by the montessoriana pedagogy. It was prioritized to elect the ones that provided sensory experiences through the four senses: sight, hearing, touch and smell. For its confection it was adopted the practical and sustainable principle. Fifteen sources were selected and made. The sources have the sensorial format, so for their use it is recommended, whenever possible, that the eyes be coved. This procedure intensifies the sensations. The creation of these resources is a first step towards the creation of a space of sensory experience, and can be extended with new works. This space impresses and favors the principle of inclusive education, as these resources cater some needs of the visually impaired.


Collections: