O terminal aeroportuário como pórtico das cidades contemporânea

Grandi, Leandro Teixeira (2021)

tcc

O presente trabalho buscou explorar a trajetória dos aeroportos, com foco no Brasil e seu precursor: o Santos Dumont. Este, por sua vez, levantou questionamentos sobre identidade, que posteriormente foram relacionados a questões práticas que envolveram os objetivos. Por fim, o Aeroporto Internacional de Vitória – ES “Eurico de Salles Aguiar” trouxe um cenário para aplicação de uma remodelagem simulada e comparativa. Para isso, primeiramente foram realizados cálculos de dimensionamento, em sequência estudos de referências e por fim, arquitetura. Como objeto final do estudo, foi produzido um terminal com características únicas, embasadas por pesquisa histórica e cultural. Sua funcionalidade pode ser considerada assertiva nos moldes estabelecidos pelo estudo: um anteprojeto com finalidade experimental. Pôde-se entender as dinâmicas presentes nos processos de criação e dimensionamento e sua relação com o resultado final. Mesmo com as limitações, foi constatado que é possível expressar, dentro do projeto de arquitetura, cultura, história e regionalidade. Foi também constatado que o terminal pode ser um gerador de identidade local a partir de suas características únicas. Estas o tornam referência e iniciam um processo de incorporação de cultura pela arquitetura.