Programa de promoção da saúde e bem-estar para servidores de uma instituição federal de ensino

Soares, Mirian Cardoso de Rezende (2020)

Dissertação de mestrado

RESUMO: Introdução: A manutenção de um estilo de vida saudável é um fator essencial para preservação da saúde. Esse estudo busca atender demandas de uma instituição federal de ensino, que são: não dispor de um programa estruturado de promoção da saúde e a dificuldade que as informações para a promoção da saúde e qualidade de vida cheguem igualmente aos servidores lotados em campus distribuídos por todo o estado. Objetivo: Estruturar um programa de promoção da saúde e bem-estar para os servidores de uma instituição federal de ensino. Metodologia: Trata-se de pesquisa aplicada de desenvolvimento tecnológico, realizada em uma instituição federal de ensino em três etapas: 1) Pesquisa e avaliação diagnóstica, sendo utilizado um questionário sociodemografico, questionário estilo de vida fantástico e instrumento de avaliação da qualidade de vida WHOQOL-Bref; 2) Planejamento dos itens e ações do programa, 3) avaliação do programa de promoção da saúde com servidores da coordenadoria de atenção à saúde do servidor da instituição federal de ensino. Resultados: Na primeira etapa verificou-se que 42% dos servidores possuíam entre 30 e 39 anos e a maioria (72%) é Casado / União Estável / Vive junto. Em referência ao nível de escolaridade, 87,7% dos servidores possuíam pós-graduação. Quanto ao IMC observa-se que 41,4% foi classificado como eutrófico, seguido por 38,5% de sobrepeso e 15,1% obesidade grau I. A maioria dos servidores apresentaram o estilo de vida classificado como muito bom e bom, com respectivamente 49,5% e 34,4% do total de servidores. Os itens mais afetados relacionados ao estilo de vida foram: atividade física e tipo de comportamento. Observou-se, dos quatro domínios avaliados, uma média de: físico 67,2; psicológico 67,1; relações sociais 65,6 e meio ambiente 64,5. Demonstrando que, em todos os domínios há insatisfação com a qualidade de vida. Na segunda etapa do desenvolvimento da pesquisa os itens do programa de promoção da saúde e bem-estar foram criados baseados no módulo de promoção da saúde, contido no Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos do Governo Federal. Os itens compreendem: Objetivos; Abrangência e público-alvo; Metas, missão e visão do programa; Métodos e técnicas empregadas (divulgação, marketing); Conteúdos e atividades propostas; e Identidade visual do programa. A estruturação do Programa resultou em um documento de 20 folhas, com identidade visual própria. Foram elaborados 11 itens, sendo eles: Título do programa, Figuras utilizadas no documento, Logomarca, Identidade visual (letras, fundo, cores), Metas, Missão, Visão, Objetivos, Temas de interesse, Fontes de conteúdo e Atividades/ Ações do Programa. O nome do programa é Viver Bem Ifes, e trata-se de uma tecnologia gerencial voltada para a promoção do estilo de vida e qualidade de vida, com a finalidade de orientar e incentivar os servidores a adotarem hábitos saudáveis de vida, divulgar as ações do calendário do setor de saúde do servidor do instituto, difundir informações resultantes de levantamentos epidemiológicos realizados na instituição, de assuntos que emergirem de acontecimentos cotidianos e de temas relacionados com a agenda da saúde. E na terceira etapa foi realizado a avaliação dos itens do programa com os servidores do setor de saúde do servidor da instituição. Todos os itens avaliados alcançaram um índice de validade de conteúdo global superior a 0,8, resultando na validação dos mesmos, sendo acatadas as sugestões de melhoria textual propostas pelos juízes e consolidado o documento final do programa de promoção da saúde. Produto: Foi desenvolvido como produto um programa de promoção da saúde e bem-estar para servidores de uma instituição federal de ensino. Conclusão: Este estudo resultou na estruturação de um programa de promoção da saúde, voltado para servidores de uma instituição federal de ensino. Possibilitou também identificar as características sociodemográficas, estilo e qualidade de vida dos servidores do instituto federal, apontando os domínios mais afetados, sendo que essas informações forneceram dados para a estruturação do programa. Esta pesquisa tem potencial de gerar impacto e ser aplicado a nível local, regional e nacional. Espera-se que o programa beneficie a promoção da saúde dos servidores da instituição, bem como contribua como estímulo à implementação de outros programas de saúde. Também incentivará outros institutos federais e outros órgãos de diferentes esferas de governo a criarem estratégias de promoção de saúde para seus servidores.

ABSTRACT: Introduction: Keeping a healthy life style is an essential factor for health preservation. This study aims at meeting the demands of a federal education institution, which are: not having a formal health promotion program and the struggling to equaly reach all employees at the campi distributed in all the state with information on health promotion and quality of life. Objective: Organize a health and well-being promotion program for the employees of a federal education institution. Methodology: This is an applied research of technological development, performed in a federal education institution in three steps: 1) Diagnosis research and evaluation, employing a sociodemographic questionnaire, the fantastic life style questionnaire and the WHOQOL-Bref quality of life evaluation instrument; 2) planning the items and actions of the program; 3) evaluation of the health promotion program for employees of the employees’ health care coordinating body of the federal education institution. Results: In the first step it was observed that 42% of employees were from 30 to 39 years old and the majority (72%) was Married / Stable Union / Live together. Regarding the level of scholarship, 87.7% of employees were post-graduated. Regarding the BMI, it was observed that 41.4% were classified as eutrophic, followed by 38.5% of overweight and 15.1% of obesity level I. Most of the employees demonstrated a life styled classified as very good or good, with respectively 49.5% and 34.4% of the total of employees. The most affected items related to the life style were: physical activity and behavior type. Out of the four fields evaluated, it was observed an average of: physical 67.2; psicological 67.1, social relations 65.6, and environment 64.5, demonstrating that in all fields there is insatisfaction with the quality of life. In the second step of the research development, the items of the health and well-being promotion program were created based on the health promotion module, contained in the Human Resources Administration Integrated System of the Federal Government. The items include: Goals, Coverage and target public; Targets, mission and vision of the program; Methods and techniques employed (promotion, marketing); Content and activities offered; and visual identity of the program. The organization of the Program resulted in a document of 20 sheets, with visual identity. 11 items were elaborated, such as: Program title, Pictures used in the document, Logo, Visual identity (letters, background, colors), Targets, Mission, Vision, Goals, topics of interest, content sources and Activities/Actions of the Program. The name of the program is Viver Bem Ifes (Live Well Ifes), and it is a managerial technology to promote life style and quality of life, aimed at orienting and encouraging employees to adopt healthy life habits, promoting the health sector’s action calendar for the employees of the intitute, and promoting the information resulted from epidemiologic researchs performed in the institution, from issues emerged from dayby-day experiences and topics related to the health agenda. And in the third step it was realized an evaluation of the items of the program with the employees of the employees health sector of the institution. All items evaluated achieved the global content validation index superior to 0.8, resulting in their validation, being accepted the text improvements proposed by the judges and consolidating the final document of the health promotion program. Product: The development of a health and well-being promotion program for employees of a federal education institute. Conclusion: This study resulted in the formalization of a health promotion program for employees of a federal education institution. It also enabled identifying the sociodemographic characteristics, life style and quality of life of the federal institution employees, showing the most affected fields, and employing the information provided on the organization of the program. This research has the potential to generate impact and be applied at local, regional and national levels. Hopefully, this program will benefit the health promotion of the institution employees, as well as contribute to stimulate the implementation of other health programs. It will also encourage other federal institutions and other departments of different government areas to create health promotion strategies for their employees.


Collections: