A formação profissional dos egressos do Instituto Federal do Espírito Santo - Campus Ibatiba dos anos 2011-2017: para além da formação técnica?

Cabral, Wilson Augusto Costa (2020)

Tese de doutorado

RESUMO: O presente estudo originou-se da reflexão sobre a questão da formação do trabalhador, expropriado / alienado dos meios de produção e dos frutos de seu trabalho no contexto da crise regressivo destrutiva do capital. Ao abordar a questão da formação do trabalhador no Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo – Ifes – Campus Ibatiba a tese discute a questão da formação profissional nos Institutos Federais. Seria esta formação reprodutora das relações sociais de produção ou contra-hegemônica? Em sua proposta, encerra-se a questão central: se o ensino do Ifes – Ibatiba é um ensino voltado para a terminalidade – formação profissional em uma área específica, com a consequente contenção dos egressos em seu acesso ao ensino superior –; ou apresenta-se como uma oportunidade de continuidade no acesso à universidade? Ao se tomar por referência o caso de um campus concreto, toma-se como análise a formação de seus egressos nos quatro primeiros anos desde sua criação. Tendo por referencial o método histórico-dialético, o estudo pauta sua reflexão a partir da contraditória situação concreta da formação do trabalhador no contexto da hegemonia capitalista. Ao analisar as políticas que levaram à criação da Rede Federal de Educação, constata-se que esta apresenta-se como conquista de uma política de governo e não de Estado. Em um olhar para a realidade do Ifes – Campus Ibatiba constata-se que há progressos em sua proposta pedagógica com relação à realidade das instituições de ensino da região do município, bem como limitações a serem superadas. Utilizando-se uma dupla metodologia para coleta de material – primeiramente um questionário do Google Docs, enviado a todos os egressos do período em questão, e posteriormente uma entrevista a um grupo selecionado – o trabalho objetivou a observação do ensino no Ifes – Ibatiba a partir da experiência daqueles que vivenciaram este processo. Conclui-se a partir dos dados apresentados pela pesquisa que embora, em uma realidade dialeticamente marcada pela hegemonia do capital, a formação do Ifes – Ibatiba nos anos 2011 a 2017 possibilitou uma transformação na vida de seus egressos, ao abrir-lhes a possibilidade de um acesso aos cursos superiores, vistas anteriormente como inacessíveis por eles. Tal realidade em nível de microrreprodução das relações sociais de produção apresentam-se como uma conquista, embora na dinâmica da macrorreprodução os mesmos ainda estejam sujeitos às mazelas do mercado e do capital.

ABSTRACT: The present study originated from the reflection on the question of the qualification of the worker, expropriated/alienated from the means of production and from the fruits of his work in the context of the destructive regressive crisis of capital. When addressing the issue of worker training at the Federal Institute of Science and Technology of Espírito Santo – Ifes – Campus Ibatiba the thesis discusses the issue of professional qualification at Federal Institutes. Was this formation reproducing social relations of production or counter-hegemonic? In his proposal, the central question ends: whether the teaching of Ifes Ibatiba is a teaching aimed at terminality – professional qualification in a specific area, with the consequent containment of graduates in their access to higher education –; or does it present itself as an opportunity for continued access to university? When taking the case of a concrete campus as a reference, it takes with analyze the formation of its graduates in the first four years since its creation. Taking the historical-dialectical method as a reference, the study bases its reflection on the dialectical concrete situation of worker training in the context of capitalist hegemony. When analyzing the policies that led to the creation of the Federal Education Network, it appears that it presents itself as the achievement of a government policy and not a State policy. In a look at the reality of the Ifes – Campus Ibatiba it appears that there is progress in its pedagogical proposal in relation to the reality of educational institutions in the region of the municipality, as well as limitations to be overcome. Using a double methodology to collect material – first a Google Docs questionnaire, sent to all graduates of the period in question and later an interview with a selected group – the work aimed at observing teaching at Ifes – Ibatiba from experience of those who experienced this process. It is concluded from the data presented by the research that although, in a reality dialectically marked by the hegemony of capital, the formation of Ifes – Ibatiba in the years 2011 to 2017 enabled a transformation in the life of its graduates, by opening them the possibility of access to higher education courses, previously seen as inaccessible by them. Such a reality at the level of micro-reproduction of social relations of production is presented as an achievement, although in the dynamics of macro-reproduction they are still subject to the ailments of the market and capital.


Coleções: