As dimensões politíca, cultural e econômica do território do centro municipal de educação agroecológica - CMEA “Agostinho Batista Veloso ”

Salvador, Patrícia (2019)

tcc

O presente trabalho visa explorar as dimensões política, cultural e econômica do território da escola CMEA “Agostinho Batista Veloso” (CMEA A.B.V), bem como do recorte espacial do município abrangido pela instituição educacional: Vila Pavão, a partir da ótica dos alunos, tendo em vista os espaços vividos destes educandos. A metodologia foi composta pelo levantamento de diversas concepções e referenciais teóricos acerca do conceito de território, além da busca por imagens da escola elencada e do município de Vila Pavão junto aos alunos, dentre outros agentes da instituição educacional. Foram utilizados como métodos de coletas de dados na CMEA A.B.V: aplicação de entrevista semiestruturada com a gestora/pedagoga e professor de geografia, com objetivo de explorar o conceito de território e suas categorias correlatas no âmbito da geografia, e também de conhecer melhor a instituição, para, assim, entender como se organiza o território da escola, e compreender as possíveis dimensões política, cultural e econômica do seu espaço. Foi, igualmente, realizado o estudo de análise documental do Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola, tendo em vista poder completar e fundamentar a pesquisa, buscando-se entender as dimensões política, cultural e econômica que são abordadas nesse documento em relação aos recortes espaciais da pesquisa. No que concerne aos educandos, ocorreu a aplicação de pergunta discursiva sobre o território, com o objetivo de investigar como eles entendiam esta acepção. A partir de fotografias impressas da escola e do município de Vila Pavão pedidas aos alunos que pesquisassem anteriormente como atividade de casa, desenvolveu-se a oficina de colagem de imagens, construídas por um grupo de alunos, estando centrada nas representações espaciais exploradas do território escolar, bem como do município de Vila Pavão. Para isso, o grupo elencado foram alunos do sexto e sétimo anos do Ensino fundamental II, provenientes da instituição. Aproveitando-se do espaço vivido dos alunos que moram no interior ou, somente, frequentam o território a passeio, visitas e viagens, foram levantadas as dimensões do território a partir desta realidade vivida pelos mesmos, seja por ele apropriado simbolicamente, por pertencimento ou dominação. Desta forma, os educandos foram procurando encontrar as dimensões do território, explorando o espaço da escola bem como do município, a partir das suas visões sobre seu espaço vivido. A metodologia proposta mostrou-se proveitosa, pois possibilitou uma aprendizagem significativa do conceito de território por parte dos alunos, possibilitando a exploração da perspectiva de escola e de Vila Pavão como território. Ademais o conceito de território foi compreendido pelos educandos para além da perspectiva política de relações de poder, podendo-se, também, perceber os territórios em outras dimensões, como os simbolismos da dimensão cultural, e o capitalismo presente na sua dimensão econômica.


Collections: