O intertexto em "Sono": "Anna Karenina" e a leitura com lembrete de uma vida não vivida

Lemos, Adriana Falqueto ; Rubim, Rossanna dos Santos Santana (2019)

Artigo de periódico

RESUMO: Apresenta um estudo da obra Sono, de Haruki Murakami, em contraponto com Anna Karenina, de Liev Tolstói, com o objetivo de identificar como essas obras se relacionam a partir de claros indícios de intertextualidade e de identificação psicológica entre as protagonistas de cada narrativa. A análise do intertexto em Sono se dá a partir da observação de marcas materiais na obra, que remetem ao romance russo, e, posteriormente, por meio do cotejo entre os pontos de interseção nas narrativas, referentes aos dramas vividos e às escolhas feitas pelas personagens, com o intuito de compreender os anseios da mulher insone retratada por Murakami. Culmina com o entendimento de que o conto está fortemente atrelado à narrativa de Anna Karenina, e que sua correta interpretação está condicionada ao conhecimento do clássico literário. Também discorre sobre as protagonistas como leitoras e sobre como elas lançam mão da leitura como um importante exercício de alteridade.

ABSTRACT: It presents a study of “Sleeping”, by Haruki Murakami, in counterpoint with Anna Karenina, by Leo Tolstoy, in order to identify how these works relate based on clear evidence of intertextuality and psychological identification between the protagonists of each narrative. The analysis of the intertext in Sleeping is done from the observation of material marks in the work, which refer to the Russian novel, and, later, through the comparison between the points of intersection in the narratives, referring to the lived dramas and the choices made by the characters, in order to understand the aspirations of the sleepless woman portrayed by Murakami. It culminates with the understanding that the tale is strongly tied to the narrative of Anna Karenina,