O processo de formação de estratégias organizacionais em uma IES : um estudo de caso em uma instituição privada

Christo, Simone de Souza ; Silva, Alfredo Rodrigues Leite da ; Silva Júnior, Annor da (2011)

Artigo de periódico

RESUMO: Neste artigo teve-se por objetivo verificar os diversos tipos de estratégias organizacionais que se formam em uma Instituição de Educação Superior (IES) privada localizada no estado do Espírito Santo. A fundamentação teórica baseou-se na perspectiva processual da estratégia, onde a articulação entre as deliberadas e emergentes faz parte de um continuum sob o qual as estratégias do mundo real são formadas (MINTZBERG, 1978; MINTZBERG E WATERS, 1985). A escolha por investigar as IES como unidade de análise justifica-se pelo fato de serem constituídas por dois subsistemas autônomos, interdependentes e dissociados: a entidade mantenedora e a entidade mantida (SILVA JUNIOR, 2006). O trabalho justifica- se, ainda, pela ampla regulação governamental imposta ao setor educacional superior, o que coloca as IES num mesmo patamar estrutural, permeado pelo processo de isomorfismo institucional (DIMAGGIO; POWELL, 1983). As informações foram coletadas via análise documental, observação assistemática e entrevistas semiestruturadas. Os dados foram tratados por meio da análise narrativa (GODÓI; BANDEIRADE-MELLO; SILVA, 2006). Os resultados obtidos sinalizam que a regulamentação governamental interfere no processo de formação estratégica da instituição, fazendo com que parte das estratégias deliberadas, articuladas pelos sujeitos que atuam na mantenedora, passem pelo processo de formalismo (RIGGS, 1964), motivado pelo isomorfismo institucional.

ABSTRACT: This article investigates the formation of various types of organizational strategies in an Institute of Higher Education (IHE) in the Sate of Espírito Santo. The theoretical perspective was based on procedural strategy, in which articulation between the deliberate and emergent is part of a continuum on which strategies of the real world are formed (MINTZBERG, 1978; MINTZBERG E WATERS, 1985). The decision to investigate the IHE as a unit was justifi ed by the fact that this kind of institution comprises two autonomous, interdependent and disassociated subsystems: the maintaining entity and the maintained entity (SILVA JUNIOR, 2006). This work is also justifi ed by the extensive government regulation imposed on the higher education sector, which puts all IHE on the same structural level, permeated by a process of institutional isomorphism (DIMAGGIO; POWELL, 1983). Data were collected by means of document analysis, unsystematic observation, and semi-structured interviews. The data were analyzed by narrative analyses (GODÓI; BANDEIRA-DE-MELLO; SILVA, 2006). The results indicate that government regulation interferes in the institution’s process of strategy formation, affecting part of its deliberate strategies, articulated by the managers of the maintaining entity, which undergoes a process of formalism (RIGGS, 1964), motivated by institutional isomorphism.