Sexualidade nos anos iniciais : em busca de práticas pedagógicas que atendam aos novos desafios da sociedade

Rocha, Gilsete Pereira (2017)

Dissertação de mestrado

RESUMO: Diante da necessidade de buscar novos caminhos para se discutir o tema sexualidade já na infância, esta investigação teve o intuito de estudar práticas pedagógicas sobre o tema utilizadas pelos professores dos anos iniciais em uma escola do Ensino Fundamental em Nova Venécia. A partir desse estudo, que revelou as inadequações das práticas utilizadas, busca-se reconstruir, vivenciar e analisar práticas pedagógicas que atendam às necessidades das crianças nos dias atuais. Serviram de material empírico as práticas dos professores em sala de aula. Como fonte de pesquisa bibliográfica foram abordadas as leis que regulamentam a temática sexualidade nos anos iniciais, os diários de aula, o plano de ensino e os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) para os anos iniciais do Ensino Fundamental, as Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental e estudos atuais de autores como Guacira Lopes Louro, Jane Felipe e Silvana Vilodre Goellner sobre o assunto. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, na modalidade intervenção. Utilizou-se como técnicas gravações, filmagens e a observação participante. Os sujeitos da pesquisa foram os alunos e professoras do quinto ano da EMEF “São Cristóvão”, uma escola da rede municipal de Nova Venécia-ES. Esta pesquisa foi realizada entre os meses de agosto e dezembro de 2016, envolvendo 45 alunos, as professoras e a própria pesquisadora. Os dados estão sendo analisados pelo método hermenêutico-dialético de Maria Cecilia de Souza Minayo. A sexualidade foi tratada aqui como algo inerente ao ser humano, não desconsiderando as experiências das crianças que são múltiplas, como aponta Chassot, e vendo a escola como um espaço onde o aluno e aluna possam receber informações privilegiadas, transformando-as em conhecimento e alcançando a desejada alfabetização científica, entendida como capacidade de ler e compreender a linguagem na qual o mundo está escrito sendo, por meio dessa leitura, capaz de se posicionar perante a realidade e transformá-la para melhor. Ao final propomos um produto educativo com o objetivo de auxiliar na rotina da sala de aula, a fim de contribuir para que a temática sexualidade seja contemplada para além daquilo que está proposto nos livros didáticos.

ABSTRACT: Face to the need of searching new ways to discuss the theme sexuality since the childhood, this investigation aims to study the pedagogical practices about the theme used by the initial grades teachers in an elementary school in Nova Venécia. From this study searches for the reconstruction, living and analyzing the pedagogical practices that supply the need of the children nowadays. It will serve of empirical material the practices of the teachers in the classroom. As a source of bibliographical research it will approach the laws that regulate the thematic sexuality in the initial grades, the Political Pedagogic Project of the School, National Curricular Parameters (PCN) to the initial grades of elementary school, Curricular Guidelines for the Elementary School, and current studies about the subject like Guacira Lopes Louro, Jane Felipe and Silvana Vilodre Goellner. It is about a qualitative research and in a perspective of research-action. It will use as techniques recordings, logbook and the participant observation, the subject of the research were the students and the teachers of the school São Cristóvão. This research was done in two groups of the fifth grade of the elementary school in a school of the network county of Nova Venécia ES, during the months from August to December of the year 2016, involving 45 students, the teachers and the own researcher. The data were constructed through the observations, interviews, informal talks with the director and supervisor, records in the field journals, recordings, activities done by the students and analyzed by the Hermeneutic-dialectic method of Maria Cecilia de Souza Minayo. The sexuality was treated here as something inherent to the human being, not disregarding the experience of the children that are many, as shown by Chassot: also giving the school a place where the student may receive privileged information, changing it into knowledge and reaching a desired scientific literacy. Understood as reading capacity and comprehend the language where the world is read and, through this reading, be able to put itself in a position face to the reality and change it for better.