Diferença de prontidão para uso da tecnologia entre as gerações X, Y e Z

Cruz, Daiana Rodrigues da (2023)

tcc

RESUMO: O objetivo deste estudo foi investigar a prontidão tecnológica entre indivíduos de diferentes gerações, por meio da análise descritiva das variáveis otimismo, inovatividade, desconforto e insegurança. Para isso, foi realizada uma pesquisa quantitativa de caráter descritivo, com coleta de dados primários que alcançou 177 respondentes por meio de questionário eletrônico. Os resultados encontrados apontaram que enquanto as pessoas das gerações X e Z são mais receosas quanto à adoção de novas tecnologias, a geração Y é a mais propensa a adotá-las. Além disso, apesar de apresentarem médias de TRI semelhantes, o perfil de resposta das gerações X e Z é distinto. Enquanto os indivíduos da geração X tendem a ser os últimos a aderir a inovações tecnológicas em comparação com os indivíduos de outras gerações e não se sentem confortáveis com essas novas tecnologias, a geração Z é a primeira a adotá-las, mesmo sendo mais insegura com relação às inovações, porque se preocupa com os prejuízos e riscos do uso dessas tecnologias.

ABSTRACT: The objetive of this study was to investigate technological readiness among individuals from different generations through a descriptive analysis of the variables optimism, innovativeness, discomfort, and insecurity. To achieve this, a descriptive and quantitative research approach was employed, involving the collection of primary data through an electronic questionnaire, which garnered responses from 177 participants. The findings indicated that individuals from Generation X and Generation Z exhibit greater reluctance toward the adoption of new technologies, whereas Generation Y is more inclined to embrace them. Furthermore, despite having similar mean scores in Technological Readiness Index (TRI), the response profiles of Generations X and Z are distinct. Individuals from Generation X tend to be the slowest in adopting technological innovations compared to individuals from other generations, and they express discomfort with these new technologies. On the other hand, Generation Z is the earliest to adopt them, despite harboring more insecurities about innovations, as they are concerned about the potential drawbacks and risks associated with the use of these technologies.


Coleções: