A modelagem matemática na perspectiva sociocrítica e os registros de representação semiótica na formação do conceito de número racional

Dalvi, Silvana Côcco (2018)

Dissertação de Mestrado

RESUMO: A proposta de pesquisa que se delineia está pautada nos pressupostos da educação matemática crítica. O objetivo do trabalho foi analisar a formação do conceito de número racional pela mobilização dos diversos registros semióticos em uma prática pedagógica de modelagem matemática na perspectiva sociocrítica. Recorrer-se-á a um ambiente de aprendizagem que privilegie a formação do conceito de número racional evidenciando os atos dialógicos constituintes do Modelo de Cooperação Investigativa. Por meio da prática pedagógica de modelagem na perspectiva sociocrítica, ocorreram pressupostos teóricos dos registros de representação semiótica essenciais para a compreensão do conceito de número racional. A situação para estudo extraída do contexto social dos alunos foi o consumo de água. O desenvolvimento da pesquisa ocorreu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Centro Unificado Constantino José Vieira, localizada em Castelo, Espírito Santo, com alunos do 8.º ano do ensino fundamental. Os instrumentos para a produção de dados foram os diários de bordo do professor e do aluno, as produções textuais e gravações em áudio. Procedeu-se às análises à luz do referencial teórico. Os resultados da pesquisa apontam que a prática pedagógica da modelagem na perspectiva sociocrítica favoreceu os atos dialógicos do Modelo de Cooperação Investigativa e a elaboração de atividades envolvendo a Teoria dos Registros de Representação Semiótica e contribuindo para a formação do conceito de número racional. Como produto educacional, ocorreu a elaboração de um guia didático articulando teoria e prática. Ao discriminar a experiência vivenciada, espera-se contribuir para que os professores reflitam sobre a própria prática pedagógica, encontrando no guia subsídios para desenvolver uma prática de modelagem matemática na perspectiva sociocrítica.

ABSTRACT: The proposed research proposal is based on the assumptions of critical mathematical education. The objective of this work was to analyze the formation of the concept of rational number by the mobilization of several semiotic registers in a pedagogical practice of mathematical modeling in the sociocritical perspective. It will be used a learning environment that privileges the formation of the concept of rational number evidencing the dialogical acts constituent of the Model of Investigative Cooperation. Through the pedagogical practice of modeling in the sociocritical perspective, theoretical assumptions of the semiotic representation registers were essential for understanding the concept of rational numbers. The situation for study extracted from the social context of the students was the consumption of water. The development of the research was carried out at the Escola Municipal de Ensino Fundamental Centro Unificado Constantino José Vieira, located in Castelo, Espírito Santo, with 8th grade students. The instruments for the production of data were the teacher and student logbook, textual productions and audio recordings. Analyzes were carried out in the light of the theoretical framework. The research results point out that the pedagogical practice of modeling in the sociocritical perspective favored the dialogic acts of the Investigational Cooperation Model and the elaboration of activities involving the theory of registers of semiotic representation and contributing to the formation of the concept of rational number. As an educational product, a didactic guide was developed articulating theory and practice. By discriminating the lived experience, it is hoped to contribute to the teachers' reflection on the pedagogical practice itself, finding in the guide subsidies to develop a practice of mathematical modeling in the sociocritical perspective.


Colecciones: