Planos além do espaço-tempo: uma proposta de jogo digital para o ensino de evolução estelar e buracos negros.

Santos, Dionattan Raimundo dos (2023)

dissertacao_mestrado

Este trabalho foi desenvolvido durante a pandemia de Covid-19 e apresenta uma proposta de uso de jogos de RPG como ferramenta educacional para o ensino de Física, com foco nos conceitos de evolução estelar e buracos negros. O jogo desenvolvido no RPG Maker MV apresenta uma narrativa envolvente que conecta os conceitos de Física com a ideia de multiverso, atraindo e engajando os estudantes. A aplicação da atividade em ambiente virtual de aprendizagem (AVA) mostrou-se bem-sucedida, permitindo alcançar alunos em diferentes localidades e coletar dados detalhados para análise. A comparação dos mapas conceituais antes e depois da atividade revelou uma significativa evolução no entendimento dos temas propostos. Dos 152 alunos participantes, 15 não cumpriram a atividade, 11 alunos obtiveram resultados bem abaixo do esperado, 37 alunos fizeram a atividade pouco abaixo do esperado, 38 alunos realizaram a atividade no mesmo nível, 32 alunos apresentaram desempenho um pouco acima do nível médio e 29 alunos se destacaram com resultados muito acima do nível médio. Contudo, alguns alunos não alcançaram os resultados esperados, sugerindo a necessidade de aprimoramentos na aplicação e identificação de fatores que influenciem o engajamento. Em suma, a utilização de jogos de RPG no ensino de Física se mostra uma alternativa promissora e inovadora, despertando o interesse dos alunos e facilitando a compreensão de conceitos complexos, podendo ser aplicada em diversos contextos educacionais para aprimorar o aprendizado na área de Ciências da Natureza.

This work was developed during the Covid-19 pandemic and presents a proposal for the use of RPG games as an educational tool for teaching Physics, focusing on the concepts of stellar evolution and black holes. The game developed in RPG Maker MV offers an engaging narrative that connects Physics concepts with the idea of a multiverse, attracting and engaging students. The application of the activity in a virtual learning environment (VLE) proved to be successful, allowing us to reach students in different locations and collect detailed data for analysis. Comparing the concept maps before and after the activity revealed a significant improvement in understanding of the proposed topics. Out of the 152 participating students, 15 did not complete the activity, 11 students achieved results well below expectations, 37 students performed slightly below the expected level, 38 students completed the activity at the same level, 32 students performed slightly above the average level, and 29 students excelled with results well above the average level. However, some students did not achieve the expected results, suggesting the need for improvements in the application and the identification of factors that influence engagement. In summary, the use of RPG games in Physics education proves to be a promising and innovative alternative, sparking students' interest and facilitating the understanding of complex concepts, and it can be applied in various educational contexts to enhance learning in the field of Natural Sciences.