Programa educativo em atitudes para educação inclusiva na Educação Profissional e Tecnológica

Vasconcelos, Raíza Teixeira Griffo (2023)

dissertação de mestrado

RESUMO: Desde a publicação da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, em 2008, os sistemas de ensino têm buscado se reorganizar em virtude das mudanças provocadas pelo paradigma inclusivo, levando as escolas a desenvolverem estratégias que unifiquem o ensino regular e a educação especial. Considerando que a Educação Inclusiva depende de um ambiente escolar acolhedor para todos, livre de discriminação, as relações desenvolvidas entre alunos com e sem deficiências desempenham papel fundamental para o sucesso do processo inclusivo, fazendo-se necessário ações que tratem das barreiras atitudinais. Sendo a escola um espaço que visa preparar seus educandos para o exercício da cidadania, esta pesquisa teve como objetivo propor um programa educativo em atitudes para a educação inclusiva na educação profissional e tecnológica, elaborado a partir de uma investigação sobre as percepções de estudantes típicos em relação à inclusão escolar da pessoa com deficiência, visando minimizar as barreiras atitudinais na comunidade escolar. Trata-se de uma pesquisa de natureza aplicada, de abordagem qualitativa, exploratória quanto aos objetivos, desenvolvida no Ifes Campus Ibatiba com 27 alunos do primeiro ano do ensino técnico integrado ao ensino médio. Os dados foram coletados por meio de uma pesquisa participante e utilizou um questionário previamente elaborado, construído com base na Escala Likert de Atitudes Sociais em relação à Inclusão e no Questionário de Atitudes em relação à deficiência intelectual, além da observação participante. As informações obtidas foram organizadas utilizando-se a Análise de conteúdo e discutidas à luz da literatura especializada. Foi possível identificar barreiras atitudinais relacionadas ao reconhecimento de direitos, reconhecimento de competências e de aceitação dos estudantes típicos para com a pessoa com deficiência, confirmando a hipótese de existência de uma cultura capacitista. O produto educacional propõe ações educativas para serem desenvolvidas junto à comunidade escolar – alunos, funcionários e famílias dos estudantes com deficiência, a fim de informar sobre os diferentes tipos de deficiência, capacitismos e estimular uma cultura inclusiva. Espera-se que este estudo e seu produto educacional forneça subsídios à construção de escolas inclusivas, visando a formação integral dos alunos da educação profissional e tecnológica.

ABSTRACT: Since the publication of the National Policy on Special Education in the Perspective of Inclusive Education, in 2008, education systems have sought to reorganize themselves due to the changes brought about by the inclusive paradigm, leading schools to develop strategies that unify regular education and education. Special. Considering that Inclusive Education depends on a welcoming school environment for all, free of discrimination, the relationships developed between students with and without disabilities play a fundamental role in the success of the inclusive process, making it necessary to take actions that deal with attitudinal barriers. As the school is a space that aims to prepare its students for the exercise of citizenship, this research aimed to propose an educational program on attitudes for inclusive education in professional and technological education, through an intervention project elaborated from an investigation on the perceptions of typical students in relation to the school inclusion of people with disabilities, aiming to minimize attitudinal barriers in the school community. This is an applied research, with a qualitative approach, exploratory in terms of objectives, developed at Ifes Campus Ibatiba with 27 students in the first year of technical education integrated into high school. Data were collected through a participant survey and used a previously prepared questionnaire, built based on the Likert Scale of Social Attitudes towards Inclusion and the Questionnaire of Attitudes towards Intellectual Disability in addition to participant observation. The information obtained was organized using Content Analysis and discussed in light of the specialized literature. It was possible to identify attitudinal barriers related to the recognition of rights, recognition of competences and acceptance of typical students towards people with disabilities, confirming the hypothesis of the existence of an empowering culture. The educational product proposes educational actions to be developed with the school community - students, employees and families of students with disabilities, in order to inform about the different types of disabilities, capabilities and encourage an inclusive culture. It is expected that this study and its educational product provide subsidies for the construction of inclusive schools, aiming at the integral formation of students in professional and technological education.


Colecciones: