Educação na Cidade: conflitos e contradições na Avenida Beira Rio, na Ilha da Luz e na Avenida Carlos Lindenberg em Cachoeiro de Itapemirim-ES

Marchiori, Tamiris Carvalho (2022)

Dissertação de Mestrado

RESUMO: Esta dissertação é oriunda dos estudos realizados por meio do Programa de PósGraduação em Ensino de Humanidades (PPGEH) e integra o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação na Cidade e Humanidades (GEPECH), vinculados ao Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), campus Vitória. Nosso horizonte teórico está baseado nos conceitos de Educação na Cidade, criado pelo GEPECH, e de Direito à Cidade, elucidado pelo filósofo francês Henri Lefebvre. Desenvolvemos esta pesquisa com a intenção de desvelar os conflitos e as contradições que se expressam ou se ocultam nos lados A (Avenida Beira Rio) e B (Ilha da Luz e Avenida Carlos Lindenberg), em Cachoeiro de Itapemirim-ES. Para tanto, buscamos na história desses locais informações que nos ajudassem a compreender suas configurações socioespaciais atuais. Como referencial teórico, utilizamos autores que escreveram sobre Cachoeiro de Itapemirim, como Marins (1920), Maciel (1999, 2004), Moreira (2004) e Rocha (1966, 1977), além de jornais, revistas e documentos. Para analisar os conceitos e categorias de análises que elencamos, quais sejam, cidade como valor de uso e valor de troca, segregação socioespacial, Educação na Cidade e Direito à Cidade, utilizamos referencial teórico marxiano e marxista, como Lefebvre (2001, 2008, 2016), Harvey (2013) Rolnik (1995), Carlos (2020, 2021) e Carcanholo (2005). Portanto, tem esta pesquisa um caráter teórico-empírico, pois além do estudo dos referenciais apresentados, também analisamos documentos, realizamos observações sobre os espaços descritos e entrevistas com pessoas que nos ajudaram a explorar os conflitos e as contradições dos dois lados. O objetivo geral consiste, dessa forma, em criticar o processo de segregação socioespacial que ocorre nos lados A e B em Cachoeiro de Itapemirim. Como produto educativo, propomos a criação de um material que possa servir à comunidade, sobretudo aos professores da EEEFM “Professora Inah Werneck”, como ferramenta para uma práxis pedagógica que pense e promova ações contra-hegemônicas na cidade.


Collections: