DEMANDA HÍDRICA DA Curcuma longa L. PARA A REGIÃO DE SANTA TERESA - ES

Rodrigues, Graciani (2023)

tcc

A Curcuma longa L. ou, como é popularmente conhecida, açafrão ou açafrão-da-terra, se constitui de um ativo vegetal de importância altamente significativa dentro da medicina alternativa. Seu coeficiente de cultura não é ajustado para a região de Santa Teresa, logo é imprescindível, o ajuste do coeficiente de cultura (Kc) que é a relação entre a evapotranspiração real da cultura (ETc) e a evapotranspiração de referência (ETo). O objetivo foi o de determinar o Kc da cultura do açafrão-da-terra em seus estadios fenológicos. Estimar a evapotranspiração de referência (ETo) e determinar a evapotranspiração da cultura (ETc) da Curcuma longa L. A temperatura máxima obtida durante a realização do experimento foi de 35,3°C identificada no mês de março e a mínima 12°C, em maio. A mínima da umidade relativa foi 42,7%. A precipitação máxima, em 24 horas, obtida foi de 57,44 mm no mês de março, mês esse em que foi identificada a maior temperatura. Houve variações de ETc e ETo com o decorrer dos dias e dos estádios em que essas plantas se encontravam. O valor mínimo encontrado para evapotranspiração de referência foi 3,26 mm dia-¹ em meados do mês de maio, enquanto o máximo 4,9 mm dia-¹ no mês de fevereiro, o que ocorreu por conta da variação das condições climáticas com o passar do experimento. A ETc máxima obtida foi de 8,11 mm dia-¹ enquanto a mínima foi 2,06 mm dia-¹, respectivamente. A duração de ciclo do açafrão-da-terra foi de 145 dias, sendo 46 dias na fase inicial, 25 dias na fase de desenvolvimento vegetativo, 60 dias na fase de maturação e 14 dias na fase de pré-senescência. O Kc foi crescente durante os 3 primeiros estádios e seu último aumento em meados de maio. Durante do período de maturação/expansão dos rizomas, ocorrido entre março e de maio, o Kc se manteve com valores elevados, diminuindo somente após o início do período de pré-senescência. Os valores da ETc nas fases fenológica I, II e III, foram 21,88; 68,86 e 235,09 mm respectivamente, com um total de 325,83 mm para a cultura do da terra. Os coeficientes de cultivo (Kc) foram de 0,6; 1,3; 1,6 e 1,1 para os estádios I, II, III e IV, respectivamente.


Collections: