Show simple item record

Verificação da eficiência de um novo modelo de amostrador de ar para a pesquisa de fungos em suspensão no ar de ambientes internos de uma instituição de ensino

dc.contributor.advisorKorres, Adriana Marcia Nicolau
dc.contributor.authorPenna, Henrique Puppim Bravim
dc.date.accessioned2023-07-03T11:48:11Z
dc.date.available2023-07-03T11:48:11Z
dc.date.issued2023
dc.identifier.citationPENNA, Henrique Puppim Bravim. Verificação da eficiência de um novo modelo de amostrador de ar para a pesquisa de fungos em suspensão no ar de ambientes internos de uma instituição de ensino. 2023. 69 f. Monografia (Graduação) - Curso Superior de Engenharia Sanitária e Ambiental), Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória, 2023.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifes.edu.br/handle/123456789/3328
dc.description.abstractRESUMO: Este trabalho tem por objetivo verificar a eficiência de um novo modelo de amostrador de ar (ARES) que utiliza o método da impactação de ar por centrifugação para pesquisar fungos viáveis contidos em bioaerossóis de ambientes internos, tendo como estudo de caso uma instituição de ensino. Foi realizada uma amostragem comparativa entre o ARES e o equipamento indicado pela resolução vigente no Brasil (impactador de ar com acelerador linear, tipo Andersen) - Resolução Anvisa nº 09. Os testes foram realizados por meio da coleta de amostras de ar, cultivo dos bolores e leveduras contidos nelas por sete e 14 dias e enumeração das unidades formadoras de colônia por metro cúbico de ar coletado (UFC/m³) de cinco ambientes do Instituto Federal do Espírito Santo – Campus Vitória. Obteve-se como resultado uma correlação linear forte entre os dois instrumentos (Pearson r = 0,76 r = 0,70), sendo que o ARES possui menor sensibilidade, sempre elucidando menos biodiversidade e menor quantidade em número de UFC nas amostras geradas, também podendo ocorrer crescimento tardio de colônias em suas amostras. Por isso, indica-se para esse equipamento um tempo de cultivo mais longo (14 dias) e o investimento de esforços no sentido de esclarecer o fato do equipamento ARES indicar menor biodiversidade do que o Andersen.pt_BR
dc.format.extent69 f.pt_BR
dc.languageptpt_BR
dc.rightsacesso_abertopt_BR
dc.subjectEngenharia ambientalpt_BR
dc.subjectImpacto ambiental – Avaliaçãopt_BR
dc.subjectAr – Microbiologia – Pesquisapt_BR
dc.subjectFungos – Pesquisapt_BR
dc.subjectEdifícios escolares – Estudo de casospt_BR
dc.subjectAr – Poluição – Medição – Estudo de casospt_BR
dc.titleVerificação da eficiência de um novo modelo de amostrador de ar para a pesquisa de fungos em suspensão no ar de ambientes internos de uma instituição de ensinopt_BR
dc.typetccpt_BR
dc.contributor.advisor-coAntunes, Paulo Wagnner Pereira
dc.publisher.localVitóriapt_BR
ifes.campusCampus_Vitoriapt_BR
dc.contributor.institutionMultivixpt_BR
ifes.course.undergraduateEngenharia Sanitária e Ambiental
dc.contributor.memberNeto, Aurélio Azevedo Barreto
dc.contributor.memberBravim, Fernanda
dc.contributor.memberKorres, Adriana Marcia Nicolau
dc.contributor.memberBioengen, Paulo Wagnner Pereira Antunes


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record