Movimento formativo com professoras de anos iniciais sobre conceitos de adição e subtração

Kuster, Zleinda Schultz (2022)

dissertacao_mestrado

Esta pesquisa é vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (Educimat) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), na linha formação de professores, desenvolvida a partir de ações no Grupo de Pesquisa em Práticas Pedagógicas de Matemática (Grupem).Tem por objetivo analisar o movimento formativo de professoras do 1º ao 3º ano do ensino fundamental sobre conhecimentos referentes às operações básicas de adição e subtração e suas relações com a atividade pedagógica. Fundamenta-se na perspectiva teórico-metodológica da Teoria Histórico-Cultural, da Teoria da Atividade e da Atividade Orientadora de Ensino, que têm como pressupostos o desenvolvimento do homem por meio do trabalho, a partir de uma ação intencional, envolvendo necessidades sociais, culturais e históricas que, no caso da formação de professores, apresenta-se por sua atividade de ensino. O campo investigativo e a produção de dados se deram em uma formação continuada, por meio de um experimento didático realizado a partir de um curso de extensão que, em virtude da Pandemia de Covid-19, precisou ser reorganizado para acontecer a distância. Participaram 14 professoras que ensinavam matemática para anos iniciais em escolas públicas da Grande Vitória, Espírito Santo, no ano de 2020. As análises dos dados produzidos estão organizadas no eixo movimento de formação em dois episódios, intitulados: estudo teórico e coletivo sobre operações básicas e reflexão sobre o estudo formativo no trabalho docente. Em relação ao estudo das operações básicas, notamos que as professoras apontaram a possibilidade de um novo modo de olhar para aprender e ensinar e demonstraram necessidades em compreender o processo lógico e histórico dessa temática para melhor desenvolver sua atividade de ensino. Sobre o estudo teórico e coletivo do trabalho docente, as professoras perceberam a necessidade de uma intervenção para além daquilo que estava posto, ao analisarem tarefas de matemática em livros didáticos. Fica evidente que ambientes formativos possibilitam compreensão efetiva de ações de trabalho do professor, que é a atividade pedagógica. A partir dessa análise, conclui-se que a proposta de formação continuada evidencia indícios de aprendizagens docentes e outro modo de pensar sobre o ensino das operações de adição e subtração, além de revelar a necessidade de mais espaços formativos a professores que ensinam matemática nos anos iniciais. Os conteúdos desenvolvidos nos encontros do movimento formativo envolveram a necessidade do uso de instrumentos, como o jogo do nunca e do ábaco, para compreensão do sistema de numeração, reta e as diferentes bases numéricas. O processo formativo e seus estudos acerca das operações de adição e subtração em propostas de ensino foram utilizados para materializar um produto educacional, no formato de e-book.

This research is linked to the Graduate Program in Science and Mathematics Education (Educimat) of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Espírito Santo (Ifes), Brazil, in the line of research of teacher training. It was developed from actions in the Research Group on Pedagogical Practices in Mathematics (Grupem). It aims to analyze the formative movement of teachers from the 1st to the 3rd year of elementary school on the knowledge regarding the basic operations of addition and subtraction and its relationship with pedagogical activity. It is based on the theoretical-methodological perspective of the Cultural-Historical approach, the Activity Theory and the Teaching - Orienteering Activity that assumes the development of man through work from an intentional action, involving social, cultural and historical needs, which in the case of teacher training is presented by their teaching activity. The field of investigation and data production took place in a continuing education action, through a didactic experiment carried out from an extension course, which, due to the Covid-19 pandemic, had to be reorganized to take place at a distance. 14 teachers who taught Mathematics for the initial years in public schools in the metropolitan region of Vitoria, Espírito Santo state, in 2020, attended the course. The analyses of the data produced are organized in the axis of formative movement, in two episodes, entitled: Theoretical and collective study on basic operations; and, Reflection on the formative study in teaching work. Regarding the study of basic operations, we noticed that the teachers pointed out the possibility of a new way of looking at learning and teaching, and demonstrated the need to understand the logical and historical process of this theme in order to better develop their teaching activity. About the theoretical and collective study of teaching work, the teachers realized the need for an intervention beyond what was set, when analyzing mathematics tasks in textbooks. It is evident that formative environments enable the effective understanding of the teacher's work actions, which is the pedagogical activity. Based on this analysis, it is concluded that the proposal for continuing education shows evidence of learning and of another way of thinking about the teaching of addition and subtraction operations. It also reveals the need for more formative spaces for teachers who teach Mathematics in the early years. The contents developed in the meetings of the formative movement involved the need to use instruments such as the never game, the abacus to understand the numbering system, the straight line and the different numerical bases. The formative process and its studies about addition and subtraction operations in teaching proposals were used to materialize an educational product, in e-book format.


Colecciones: