Influência da agrosílicio e silicato de potássio no crisântemo cv. puritan sob condições de campo aberto

Borghi, Edinei José Armani (2020)

tcc

O crisântemo (Dendranthema grandiflora), cultivado em vaso, é uma das plantas mais populares no Brasil. O Agrosilício e o silicato de potássio são fontes de silício, embora esse não seja um elemento essencial para a nutrição das plantas têm mostrado benefícios na produção e qualidade pós-colheita de flores. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar o desempenho produtivo e qualidade pós-colheita do crisântemo cv. Puritan, cultivado em condições de campo aberto, sob diferentes doses de Agrosilício e silicato de potássio. Foram realizados dois ensaios, em delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos e dez repetições. No primeiro ensaio, foram testadas diferentes doses de Agrosilício® (0; 10; 20; 30; 40 e 50 mg/dm3 ) misturado ao substrato de plantio e no segundo ensaio, foram testadas diferentes concentrações de silicato de potássio (0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0 e 2,5 ml litro-1 aplicação-1 ) em três aplicações foliares. O aumento das dosagens de Agrosilício e silicato de potássio proporcionou aumento dos teores foliares de silício, no entanto, não houve nenhuma resposta significativa sobre as características vegetativas das plantas. Em ambos ensaios, os tratamentos não promoveram melhoria na qualidade e longevidade pós-colheita das inflorescências de crisântemo cv. Puritan. Além disso, o aumento das doses de Agrosilício aplicadas contribuíram para redução do tempo de pós-colheita das flores, nas condições estudadas.

Chrysanthemum (Dendranthema grandiflora), grown in a pot, is one of the most popular plants in Brazil. Agrosilicon and potassium silicate are sources of silicon, although this is not an essential element for plant nutrition, they have shown benefits in the production and post-harvest quality of flowers. Thus, this study aimed to evaluate the productive performance and post-harvest quality of chrysanthemum cv. Puritan, grown in open field conditions, under different doses of Agrosilicon and potassium silicate. Two trials were carried out, in a completely randomized design, with six treatments and ten repetitions. In the first test, different doses of Agrosilício® (0; 10; 20; 30; 40 and 50 mg/dm3 ) were mixed with the planting substrate and in the second test, different concentrations of potassium silicate (0; 0.5, 1.0, 1.5, 2.0 and 2.5 ml liter 1 application-1 ) in three foliar applications. The increase in the dosages of Agrosilicon and potassium silicate provided an increase in leaf silicon contents, however, there was no significant answer on the vegetative characteristics of the plants. In both trials, the treatments did not improve the quality and longevity of the post-harvest inflorescences of chrysanthemum cv. Puritan. In addition, the increase in applied Agrosilicon doses contributed to reduce the post-harvest time of the flowers, under the conditions studied.


Coleções: