Análises laboratoriais fiscais em produtos lácteos de agroindústrias familiares do estado do Espírito Santo com ênfase na identificação de Listeria monocytogenes

Mussi, Jamili Maria Suhet (2021)

artigo

RESUMO: No Espírito Santo a produção de lacticínios é uma atividade muito importante para as agroindústrias familiares, havendo uma forte relação cultural e manutenção dessas famílias no campo. Dependendo das condições higiênicas durante o processo de ordenha do leite e do preparo dos produtos, bem como aspectos relacionados à sanidade do rebanho, estes produtos podem ser contaminados por diferentes micro-organismos patogênicos, podendo ocasionar perdas econômicas para indústria e sérios problemas de saúde pública. Dessa forma, a realização de análises laboratoriais, especialmente microbiológicas, deve ser periódica, visando garantir a inocuidade do produto e a segurança dos consumidores. Especificamente para queijos, a presença da bactéria Listeria monocytogenes está entre os parâmetros avaliados devido sua relevância para saúde pública. Este estudo realizou um levantamento retrospectivo das análises laboratoriais fiscais do ano de 2019, com enfâse na identificação de L. monocytogenes, em agroindústrias familiares produtoras de lacticínios registradas em Serviços de Inspeção Municipais com equivalência reconhecida e adesão ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte - Susaf/ES. Todos os municípios que possuem agroindústrias incluídas no Susaf/ES realizaram análises fiscais em 2019, sendo que a maioria dos estabelecimentos amostrou um único produto em uma análise anual, na qual foi analisada uma variedade de produtos distintos, com predomínio de queijos. A maioria das análises foram realizadas em laboratório credenciado junto ao Idaf. Os resultados das análises foram negativos para presença de L. monocytogenes, correspondendo com a legislação, reforçando a importância do registro e do acompanhamento do estabelecimento pelos serviços de inspeção enquanto órgão fiscalizador.

ABSTRACT: In Espírito Santo State, the dairy production is an activity of great importance for family agro-industries with a strong cultural relationship with the maintenance of families in the countryside. However, depending on the hygienic conditions during the milking process and the preparation of the dairy products and also on the health of the herd, these products may be contaminated by different pathogenic microorganisms, which may cause economic losses for industry and serious problems for public health. Thus, laboratory tests, especially the microbiological tests, must be carried out periodically, aiming to guarantee the safety of the product and the safety for the consumers. Specifically for cheeses, the presence of the bacterium Listeria monocytogenesis among the parameters evaluated in dairy products, due to its relevance to public health. This study carried out a retrospective survey of the fiscal laboratory analyzes, during 2019, with an emphasis on the identification of L. monocytogenes, in family agro-industries registered in the Municipal Inspection Services - SIM with equivalence to the Susaf/ES. All municipalities that have agro-industries equivalent to Susaf/ES underwent fiscal analyzes in 2019, with the majority of establishments sampling a single product in an annual analysis, been sampling a variety of distinct dairy products,with a predominance of cheeses. Most analyzes were performed in a laboratory accredited by Idaf. The results of analyzes were negative for the presence of L. monocytogenes, corresponding to the legislation, reinforcing the importance of the registration and monitoring of the establishment by the inspection services.


Collections: