Análise da microbiota associada a manguezais do litoral Sul do Espírito Santo : um estudo preliminar

Martins, Naessa Stefany Alves (2022)

tcc

RESUMO: Manguezais são ecossistemas costeiros que ocorrem em regiões de clima tropical e subtropical. É um ambiente de extrema importância ecológica, que fornece proteção e alimento para organismos aquáticos. A microbiota do solo das florestas de mangue tem papel fundamental para decomposição e ciclagem de nutrientes contribuindo para a manutenção desse ambiente. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo descrever as comunidades microbianas de manguezais da região Sul do Espírito Santo. Os municípios de Piúma e Anchieta são localizados no litoral Sul do estado do Espírito Santo na Região Sudeste do Brasil. Ao todo, foram amostrados seis pontos de coleta, em diferentes manguezais, sendo identificados como P1, P2, P3, P4 e P5 aqueles localizados no município de Piúma-ES e o P6 em Anchieta-ES. Foram coletadas amostras de solo rizosférico em todos os pontos, as quais foram analisadas no Laboratório de Ecologia Microbiana (LEM) do Ifes - Campus Piúma. Pesou-se o solo rizosférico de cada amostra e, em seguida, foi feita diluição seriada decimal para inoculação em meios de cultura seletivos para grupos de micro-organismos específicos e as placas foram incubadas a 28ºC por 72h. Após a incubação foi feita a contagem das colônias. Para análise dos dados, foi aplicado o teste de variâncias de Kruskal-Wallis seguido pelo teste de Dunn. Além disso, foi realizada a análise qualitativa do estado de conservação dos pontos de coleta através da documentação por fotos. Os resultados da análise visual do estado de conservação mostraram que os manguezais de Piúma recebem bastante lixo por meio da ação antrópica, além de esgoto não tratado. Em relação à microbiota associada à rizosfera de mangue, observou-se diferenças significativas quanto à abundância dos grupos de micro organismos avaliados nos diferentes pontos de coleta. Houve maior abundância das bactérias diazotróficas do gênero Burkholderia no P5 e dos solubilizadores de fosfato no P4, esses micro-organismos favorecem o crescimento dos vegetais. Os micro organismos proteolíticos, são indicadores de nitrogênio no solo e possuem potencial biotecnológico, o ponto com maior abundância deles foi o P4. Não foram observadas diferenças significativas em relação à quantidade de bactérias fixadoras de nitrogênio e da bactéria Pseudomonas fluorescens nos diferentes locais do estudo. Concluiu-se que os principais grupos funcionais de micro-organismos do solo foram observados no solo rizosférico, dentre eles os promotores de crescimento vegetal e micro organismos que possuem potencial biotecnológico. Os micro-organismos mais abundantes foram as bactérias diazotróficas, em contrapartida a espécie Pseudomonas fluorescens obteve menor abundância. O ponto com maior abundância de micro-organismos foi o P2, devido ao acúmulo de matéria orgânica neste local. Já o ponto com menor abundância foi o P1, por efeito da ação direta da água do mar. Por fim, o presente trabalho possui um caráter pioneiro, pois trouxe as primeiras informações sobre a microbiota dos manguezais do litoral Sul do Espírito Santo, desta forma abre espaço para novas linhas de pesquisa a fim de se aprofundar na temática.

ABSTRACT: Mangroves are coastal ecosystems that occur in tropical and subtropical regions. It is an environment of extreme ecological importance, which provides protection and food for aquatic organisms. Mangrove mangrove soil microorganisms plays a fundamental role in the decomposition and cycling of nutrients, contributing to the maintenance of this environment. The main goal of this study is to describe the microbial communities of mangroves in the southern region of Espírito Santo. The cities of Piúma and Anchieta are located on the southern coast of the state of Espírito Santo in the Southeast Region of Brazil. Altogether, six collection spots were used in different mangroves, the spots are P1, P2, P3, P4 and P5 in Piúma-ES and P6 in Anchieta-ES. Rhizospheric soil samples were collected at all spots and analyzed at the microbial ecology laboratory (LEM) Ifes - Campus Piúma. The rhizospheric soil of each sample was weighed in test tubes, then serial decimal dilution was performed for inoculation in selective culture media for groups of specific microorganisms and they were incubated at 28ºC for 72h. After incubation, micro-organisms colonies were counted. The Kruskal-Wallis test of variances and the Dunn test were applied for data analysis. In addition, a qualitative analysis of the state of conservation of the collection spots was carried out through local photos. The results of the spots state of conservation visual analysis showed that the mangroves of Piúma receive a lot of garbage through anthropic action. About the microbiota associated with the mangrove rhizosphere, significant differences were observed regarding the abundance of groups of microorganisms in different collection spots. There was a greater abundance of diazotrophic bacteria of the genus Burkholderia in P5 and phosphate solubilizers bacteria in P4, these microorganisms are known to promote growth of plants. Proteolytic microorganisms are indicators of nitrogen in the soil and have biotechnological potential, the spot with the greatest abundance of them was P4. No significant differences were observed regarding the amount of nitrogen-fixing bacteria and Pseudomonas fluorescens bacteria in the different study sites. It was concluded that the main functional groups of soil microorganisms were observed in rhizospheric soil, including plant growth promoters and microorganisms that have biotechnological potential. The most abundant microorganisms were diazotrophic bacteria, on the other hand, the species Pseudomonas fluorescens had lower abundance. The spot with highest microorganisms abundance was P2, due to the accumulation of organic matter in this location. The spot with lowest abundance was P1, due to the direct action of seawater. In conclusion, the present work is pioneering in this region, as it brought the first information about the microbiota of the mangroves of the southern coast of Espírito Santo, thus opening space for new research in this area in order to delve into the theme.


Collections: