Processo formativo de professores dos anos iniciais como mobilizador de conhecimentos relativos ao sistema de numeração decimal

Espiridon, Glauciony (2021-11-03)

dissertacao_mestrado

Resumo - Este trabalho é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo. A pesquisa aborda a formação de professores a partir da perspectiva da teoria da atividade investigando como o processo formativo pode provocar a mobilização de conhecimentos relativos à prática docente de professores referentes ao sistema de numeração decimal. Os pressupostos teóricos que fundamentaram esta pesquisa balizaram pela Teoria Históricocultural (Vigotski), a Teoria da Atividade (Leontiev) e a Atividade Orientadora de Ensino (Moura), trazendo esta última como princípio teórico-metodológico. A metodologia se desenvolveu com base na estrutura da Atividade emergindo-se ao longo da investigação. O processo de pesquisa se deu por experimento formativo – uma formação de professores – no qual a produção dos dados ocorreu durante o acompanhamento da formação. Os sujeitos da pesquisa foram professoras dos anos iniciais do ensino fundamental que ensinam matemática, todas atuantes em escolas públicas. Os dados são expostos a partir dos isolados apontados por Caraça e, a partir deles, os episódios e cenas trazidos por Moura (2002). A questão a ser respondida: “Como um processo formativo pode provocar mobilização dos conhecimentos relacionados à prática docente de professores relativos ao sistema de numeração decimal?”. A partir desta pesquisa é possível sustentar que a formação de professores com base na Teoria Histórico-Cultural possibilita nova qualidade de conhecimento aos docentes, propiciando um espaço para pensar de forma coletiva sobre ensino do sistema de numeração decimal para os anos iniciais provocando superação, esta, na perspectiva da dialética do conhecimento. A pesquisa ainda evidenciou a necessidade de espaços formativos nos quais não se priorizem técnicas, métodos e fórmulas de ensino em detrimento à necessidade existente em cada docente que, muitas vezes, nem ele mesmo tem consciência delas. Como produto educacional desta pesquisa, além de uma proposta de formação na perspectiva da Teoria Histórico-Cultural, foi elaborada uma produção a fim de servir de subsidio para professores que ensinam matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. Essa produção comporá o acervo de produtos educacionais do Grupo de Pesquisa em Educação Matemática – GRUPEM.

Abstract - This work is linked to the Graduate Program in Education in Science and Mathematics of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Espírito Santo. The research addresses teacher education from the perspective of activity theory, investigating how the training process can provoke the mobilization of knowledge related to the teaching practice of teachers referring to the decimal numbering system. The theoretical assumptions that supported this research were based on the Historical-cultural Theory (Vygotsky), the Activity Theory (Leontiev) and the Guiding Teaching Activity (Moura), bringing the latter as a theoretical-methodological principle. The methodology was developed based on the Activity structure, emerging throughout the investigation. The research process took place through a formative experiment – teacher training – in which the production of data took place during the training follow-up. The research subjects were teachers from the early years of elementary school who teach mathematics, all working in public schools. The data are exposed based on the isolates pointed out by Caraça and, based on them, the episodes and scenes brought up by Moura (2002). The question to be answered: “How can a training process provoke the mobilization of knowledge related to the teaching practice of teachers related to the decimal numbering system?”. From this research, it is possible to sustain that the formation of teachers based on the Historical-Cultural Theory provides a new quality of knowledge to teachers, providing a space to think collectively about teaching the decimal numbering system for the early years, causing overcoming this , from the perspective of the dialectic of knowledge. The research also highlighted the need for training spaces in which teaching techniques, methods and formulas are not prioritized to the detriment of the existing needs of each teacher, who often is not even aware of them. As an educational product of this research, in addition to a training proposal from the perspective of Historical-Cultural Theory, a production was prepared in order to serve as a subsidy for teachers who teach mathematics in the early years of elementary school. This production will make up the collection of educational products of the Research Group in Mathematics Education – GRUPEM


Colecciones: