ANÁLISE DA COBERTURA FLORESTAL DE UMA BACIA ALTAMENTE FRAGMENTADA NO NORTE DO ESPÍRITO SANTO, BRASIL

Mendes, Lucas José (2021-10-08)

tcc

No sudeste do Brasil, a bacia hidrográfica do Rio São Mateus está presente numa área do bioma Mata Atlântica marcada pelo intenso processo de fragmentação florestal causado pela expansão de atividades antrópicas. O objetivo deste estudo foi determinar e analisar métricas de ecologia da paisagem para caracterização do padrão espacial dos fragmentos florestais de mata nativa da bacia hidrográfica do Rio São Mateus - ES. Os fragmentos foram divididos em 4 classes de tamanho denominadas como C1 (< 5 ha), C2 (5-25 ha), C3 (25,1-50 ha) e C4 (> 50 ha). As métricas foram calculadas com a extensão V-Late 2.0 no ArcGIS® e integraram os grupos área e densidade, borda, forma, área central e proximidade. Para as métricas de área central foram considerados efeitos de borda de 20, 40, 80, 100 e 140 m. Foram identificados 4.286 fragmentos de floresta nativa, que representaram 7,8% da área total da bacia. Há um predomínio de fragmentos com formatos mais regulares, pequenos (menores que 25,1 ha) e, consequentemente, com maior efeito de borda. Os resultados demonstraram que a bacia hidrográfica estudada se encontra altamente fragmentada, o que reforça a necessidade de estratégias voltadas para a conservação e ampliação dos remanescentes de floresta nativa dessa região.


Colecciones: