Literatura juvenil e formação do leitor : uma análise das obras premiadas pela FNLIJ de 2017 a 2020

Floriano, Clara Beatriz Tavares (2022)

tcc

RESUMO: Este trabalho integra parte dos resultados de duas pesquisas a nível de PIBIC, intituladas “Literatura Juvenil: os prêmios, as cifras e a formação de leitores” e “O Panorama da Literatura Juvenil no Brasil: um estudo de 2015 a 2020”. O projeto em questão, que durou dois anos, visou analisar o perfil estético-literário dos livros brasileiros direcionados ao público adolescente e/ou jovem a partir de três crivos: os livros que foram premiados pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), os livros premiados pelo Jabuti e os livros mais vendidos no período de 4 anos (2015 a 2018). Nesta pesquisa, contudo, destacam- se as análises de perfil estético-literário das obras premiadas pela FNLIJ entre 2017 e 2020, respectivamente: Um lugar chamado aqui, de Felipe Machado; Catálogo de perdas, de João Anzanello Carrascoza; Fractais Tropicais, de Nelson de Oliveira (org) e no corredor dos cobogós, de Paula Fábrio. A partir de uma investigação de caráter bibliográfico-documental, foi observado que tais obras rompem com uma tradição literária que enxergava os livros infantis e juvenis sob uma ótica moral e didatizante (COLOMER, 2003), diferenciando-se das produções iniciais do gênero, ao abordar temáticas como a dor, a perda, a distância, as relações entre familiares, a desigualdade social, um novo modelo de mulher e a violência doméstica juntamente com o feminicídio. Essas reflexões contribuem para o desenvolvimento de um pensamento crítico de crianças e jovens, além de auxiliarem na formação leitora desse público.