Na roda da extensão : proposta para ações extensionistas nos cursos técnicos na modalidade a distância

Smith, Telma Carolina (2021)

dissertação de mestrado

RESUMO: Esta dissertação propõe-se a apresentar uma pesquisa desenvolvida dentro do Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) na linha de pesquisa Práticas Educativas. Trata-se de uma pesquisa participante com abordagem qualitativa, que investigou as dificuldades encontradas para se desenvolver ações de extensão no Curso Técnico Subsequente em Multimeios Didáticos que é ofertado na modalidade a distância pelo Instituto Federal do Espírito Santo. O problema da pesquisa girava em torno da baixa participação dos estudantes desse curso em ações de extensão. Como hipóteses para este problema, foram elencadas a falta de tempos e de espaços dentro da carga horária dos servidores para as práticas extensionistas, cultura escolar voltada para atividades de ensino e o perfil dos estudantes, que não possuem tempo disponível para as atividades extracurriculares por serem, em sua maioria, adultos e trabalhadores. O objetivo geral era propor ações que incentivassem a prática extensionista dentro do curso e a execução disso se daria por meio uma ação de extensão que envolvesse estudantes e servidores da coordenadoria. Para isso, também foi realizada pesquisa em sistemas institucionais, resgate das diretrizes da extensão e evolução da Educação a Distância no Ifes. No desenvolvimento da pesquisa, foi criado um projeto de extensão que envolveu estudantes e servidores do Ifes no auxílio a uma escola pública no uso dos multimeios didáticos em um tópico da disciplina de História. Foram realizadas rodas de conversa com estudantes, professores e colaborador externo para coleta de dados, que foram analisados utilizando-se a estratégia da triangulação de métodos. Como resultados, observou-se a importância que a prática extensionista pode representar para esse curso na medida que possibilita o contato do estudante com a realidade social, já que, por meio da extensão, ele pode tanto aplicar o que aprendeu na escola quanto aprender novos saberes. Além disso, a pesquisa mostrou que, devido às características dos cursos do Ifes e à carga horária docente que prioriza atividades de ensino, uma das formas de possibilitar que se faça extensão é integrando-a com o ensino e a pesquisa, preferencialmente dentro das matrizes curriculares dos cursos. Por fim, no que concerne especificamente à Educação a Distância, observa-se que essa modalidade de ensino pode ser um espaço propício para a difusão da extensão, pois os estudantes, geralmente, estão separados fisicamente, o que pode ampliar a propagação das ações extensionistas. Essa pesquisa gerou como produto educacional um Guia para Ações de Extensão no Instituto Federal do Espírito Santo, com dicas para os cursos a distância, que está disponível em formato digital.


Coleções: