Terapias tumorais via autômato celular: uma nova modelagem estocástica

Almeida, Eduardo Ahnert Rodrigues de (2021)

tcc

Câncer e tumores benignos na próxima década serão uma das principais causas de problemas de saúde em aspecto global. Técnicas de prevenção e tratamentos pós diagnóstico de tumores malignos são foco de diversos esforços acadêmicos do ponto de vista prático e teórico. Uma das ferramentas que a ciência tem utilizado ultima- mente para investigação e desenvolvimento de metodologias mais apropriadas para o tratamento tumoral (incluso técnicas quimioterápicas) estão associados à simulações computacionais de cenários próximos do real. Uma dessas técnicas é o Automato Celular. No presente trabalho de conclusão de curso, desenvolvemos um modelo teórico robusto baseado em automato celular híbrido com campos de concentração de nutrientes e excretas emulando um habitat in vivo on lattice, no qual uma abor- dagem quimioterápica alternativa foi analisada. Os resultados obtidos apontam para uma ferramenta válida para analisar dosagens e profilaxias diferentes do convencional principalmente para tumores do tipo epiteliais. Os resultados obtidos com a simulação estocástica apontam para fenômenos de transição de fase nas populações de células existentes no ambiente emulado.


Colecciones: