Uma volta ao espação em trinta dias : aprendizagem baseada em problemas com o uso da sala virtual no contexto do ensino médio EJA

Perozini, Renata (2019-12-17)

dissertacao_mestrado

Trata-se de uma pesquisa qualitativa que buscou investigar as contribuições do uso da Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), apoiada por uma sala virtual, construída por meio do Google Classroom para o ensino de tópicos de Física. Os sujeitos desta pesquisa foram alunos de uma turma da segunda etapa do Ensino Médio, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos. Serviram como fonte de pesquisa a literatura nacional e internacional, disponíveis em artigos de periódicos, teses e livros, em especial na teoria de aprendizagem de Vygotsky, nos estudos de Howard Barrows, José Moran e Pierre Levy. As técnicas de coletas de dados utilizadas foram: anotações da observação direta, interpretativa, pessoais, ordenadas de maneira cronológica, registros textuais de atividades de sala de aula presencial e virtual, assim como produção de imagens, áudio e vídeo colhidos ao longo da pesquisa. Foram aplicados também questionários aos alunos para avaliação da participação no projeto intitulado “Uma volta ao espaço em 30 dias” e fichas de avaliação da proposta a avaliadores externos. Os dados foram abordados da perspectiva da análise de conteúdo e por meio de tratamento estatístico descritivo. Ficou claro, nessa pesquisa que o problema de ABP pode permitir uma aprendizagem ampla, mas não pode garantir que todo o espaço global de aprendizagem seja coberto. Os alunos foram capazes de avaliar suas necessidades e objetivos, avaliaram recursos e tomaram decisões responsáveis, porém apresentaram dificuldades para transição para atuar em papéis mais ativos. Os resultados apontaram ser a ABP uma metodologia de ensino que valoriza a autonomia do aluno, favorece a comunicação e a colaboração. O uso da sala de aula virtual, segundo o ponto de vista dos alunos, serviu como fonte de dados, facilitando a pesquisa e proporcionando a realização das tarefas de forma colaborativa e simultânea. Como produto educacional apresentamos um Guia Didático para o ensino de Física por meio da ABP.

This is a qualitative research that aimed to investigate the contributions of the use of Problem Based Learning (PBL), supported by a virtual room, built through Google Classroom, for teaching Physics topics. The subjects of this research were students of a class from the second stage of High School, in the Youth and Adult Education modality. A great deal of national and international literature, dissertations and books, especially about Vygotsky's theory of learning, in the studies of Howard Barrows, José Moran and Pierre Levy, served as a source of research. The data collection techniques used were: notes of direct, interpretive, personal observation, chronologically ordered, textual records of classroom and virtual classroom activities, as well as the production of images, audio and video collected during the research. Questionnaires were also applied to students to assess their participation in the project entitled “A return to space in 30 days” and evaluation forms for the proposal to external evaluators. Data was approached from the perspective of content analysis and through descriptive statistical treatment. The research concluded that the PBL problem can allow broad learning, but it cannot guarantee that the entire global learning space is covered. The students were able to assess their needs and objectives, assess resources and make responsible decisions, but they had difficulties in transition to play in more active roles. The results showed that PBL is a teaching methodology that values student autonomy, favors communication and collaboration. The use of the virtual classroom, according to the students' point of view, served as a source of data, facilitating research and providing the accomplishment of tasks in a collaborative and simultaneous way. As an educational product, we present a Didactic Guide for teaching Physics through the PBL.


Collections: