A MULHER E O MERCADO DE TRABALHO: UMA ANÁLISE SOBRE O IMPACTO DA LICENÇA-MATERNIDADE NOS NÚMEROS DE DESLIGAMENTO DAS MULHERES NO MERCADO DE TRABALHO

Devita, Rosicleia S. V. (2021)

tcc

O presente artigo tem como objetivo analisar o impacto entre o número de auxílios-maternidade concedidos pela previdência e o número de desligamentos ocorridos entre as mulheres no período imediato ao término da estabilidade. O estudo verifica a correlação que a licença maternidade pode apresentar, considerando demissões unilaterais com iniciativa do empregador, desligamentos unilaterais com iniciativa do empregado e desligamentos em comum acordo entre empregado e empregador a fim de fornecer resultados para a pesquisa em questão. Foram utilizados dados do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, com informações sobre as concessões de auxílios-maternidade e dados do Programa de Disseminação das Estatísticas do Trabalho – PDET, através das ferramentas estatísticas do CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Os resultados da pesquisa são apresentados por meio de análises gráficas e testes estatísticos de correlação com base nos coeficientes de Pearson e de Spearman. Tais resultados demonstram, com um grau de confiabilidade de mais de 98% nos testes e correlações superiores a 50% entre as variáveis pesquisadas, que os benefícios concedidos às mulheres, os quais implicam em seu afastamento temporário do trabalho, impactam nos números de desligamentos destas após seu retorno ao trabalho.