Análise da eficiência das variedades de quiabo

Lyra, Jordana Oliveira (2018)

tcc

A redução de arrasto pela adição de polímeros é amplamente estudada desde a sua descoberta, em 1948, pois trata-se de um método simples e barato que possibilita o aumento da eficiência de diversos processos. A crescente preocupação com o meio ambiente fez surgir a necessidade de substituir os polímeros sintéticos convencionais pelos polímeros naturais, que não geram impactos negativos à natureza. Entre os biopolímeros propostos, encontra-se o quiabo (Abelmoschus esculentus), cujas características fisico-químicas são afetadas pela variedade da planta, idade do fruto e local de cultivo, entre outros parâmetros. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é analisar a eficiência dos cultivares de quiabo Amarelinho, Santa Cruz e Clemson como agentes redutores de arrasto, mantendo fixos os outros possíveis fatores de influência (idade, local e modo de cultivo). Para isso, os vegetais foram processados para obtenção de um pó, cujo efeito da granulometria também foi avaliado, que foi diluído em água em proporção pré-definida dando origem a soluções com concentração de 100 e 200 ppm. Todas as amostras produzidas foram caracterizadas química e reologicamente, e os testes de redução de arrasto propriamente ditos foram feitos utilizando uma bancada que simula uma tubulação de grande comprimento. Os resultados encontrados mostram que não há diferenças significativas na redução de arrasto percentual provocada por diferentes granulometrias ou cultivares na mesma concentração, mas o quiabo Santa Cruz apresenta vantagens especialmente por sofrer menos desagregação polimérica.


Colecciones: