A importância do espaço físico para crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA): proposta de intervenção em uma sala de recursos multifuncionais

Dutra, Micaela Scarpatti Jogaib (2021)

tcc

RESUMO: A relação que o homem possui com o espaço construído e com os outros indivíduos é realizada por meio de estímulos que muitas vezes são gerados pelos ambientes. Essa interação com as formas, sons, texturas, volumes e cores dentro dos espaços pode desencadear várias experiências sensoriais nos usuários. Sendo assim, é importante que se entenda as especificidades dos usuários, assim como sua relação com o ambiente físico antes de projetar qualquer ambiente. Neste sentido, ao se tratar de um espaço destinado a crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) que possuem algumas características típicas, as quais promovem reações distintas a determinados estímulos sensoriais, essa atenção deve ser ainda maior. Considerando que um dos espaços que as crianças passam a maior parte do tempo é a escola, vê-se a necessidade de que a mesma promova bem-estar e atenda a todos os alunos, reduzindo estímulos que possam desencadear reações adversas. Dentro do próprio ambiente escolar, para atender crianças com necessidades específicas, algumas escolas oferecem um atendimento educacional especializado no horário contraturno dentro de um espaço adaptado para essa função, as chamadas Salas de Recursos Multifuncionais. Desse modo, esta pesquisa tem como objetivo desenvolver um projeto de reforma para uma Sala de Recursos Multifuncionais, localizada em uma escola da rede pública municipal na cidade de São Mateus-ES, considerando as especificidades das crianças com TEA. Para o embasamento da pesquisa foram realizadas pesquisas bibliográficas e documentais, além da utilização do Walkthrough para a obtenção de informações sobre o espaço, a fim de entender o ambiente físico disponibilizado para as crianças com TEA. Com base no referencial teórico e nas informações levantadas no local foi desenvolvida uma proposta projetual para a Sala de Recursos Multifuncionais selecionada, para tanto foram aplicados conceitos da Psicologia Ambiental visando melhorar a relação que a criança com TEA possui com o espaço construído.

ABSTRACT: The relationship that man has with the built space and with other individuals is accomplished through stimuli that are often generated by environments. This interaction with shapes, sounds, textures, volumes and colors within spaces can trigger various sensory experiences in users. Therefore, it is important to understand the specifics of users, as well as their relationship with the physical environment before designing any environment. In this sense, when dealing with a space for children with Autism Spectrum Disorder (ASD) who have some typical characteristics, which promote different reactions to certain sensory stimuli, this attention should be even greater. Considering that one of the spaces that children spend most of their time is the school, there is a need for it to promote well-being and serve all students, reducing stimuli that can trigger adverse reactions. Within the school environment itself, to serve children with specific needs, some schools offer specialized educational assistance during the evening hours within a space adapted for this function, the so-called Multifunctional Resource Rooms. Thus, this research aims to develop a renovation project for a multifunctional resource room, located in a public school in the city of São Mateus-ES, considering the specificities of children with ASD. To support the research, bibliographical and documentary searches were carried out, in addition to using the Walkthrough to obtain information about the space, in order to understand the physical environment available to children with ASD. Based on the theoretical framework and the information collected at the site, a project proposal was developed for the selected multifunctional resource room, for which Environmental Psychology concepts were applied to improve the relationship that the child with ASD has with the built space.


Collections: